Arquivo mensal julho 2019

Vereador Júnior Tapajós busca propostas empreendedoras para levar a carroceiros

Na manhã desta terça-feira, (16), o vereador Júnior Tapajós, (PL), esteve reunido com os analistas do SEBRAE, Socorro Gonçalves e José Luís Alves, dando continuidade aos encaminhamentos feitos na reunião de trabalho que debateu a proposta de substituição da tração animal por outras atividades ou por outros métodos de tração.

Vereador Júnior Tapajós busca junto ao SEBRAE propostas empreendedoras para levar a carroceiros

A proposta inicial feita pelo SEBRAE para os carroceiros, é de fazer uma análise coletiva de como cada um deles se vê dentro do processo de empreendedorismo e qual área melhor se identifica. A partir de aí trabalhar as especificidades de cada um, já que uma parte deles já são microempreendedores individuais.

Depois de feito o diagnóstico do perfil de cada um, o próximo passo será encaminha-los para os cursos de empreendedorismo dentro do nicho de negócio que optaram.

A reunião com os carroceiros está prevista para acontecer no mês de agosto. Segundo o vereador Júnior Tapajós, a expectativa é que dentro desse diagnóstico se possa avançar com a transição do transporte de tração animal para outras atividades.

“Esse diagnóstico inicial é muito importante para que possamos ter sucesso na proposta de transição da atividade dos carroceiros para outros tipos de empreendedorismo”, disse o vereador.

 

Secretaria de Educação propõe descentralização da merenda escolar: vereador Júnior Tapajós acompanha o repasse da proposta as comunidades

As primeiras comunidades a serem visitadas, na região do Lago Grande, pela comitiva da SEMED, composta pela secretaria Mara Belo, o nutricionista Joílson Dutra, e a Chefe da Divisão de Atendimento ao Educando, Vanda Maia, foram as de Arací e Água fria, região do Lago Grande.

SEMED propõe descentralização da merenda escolar e vereador Júnior Tapajós acompanha o repasse da proposta as comunidades

A proposta da secretaria de educação é trabalhar a descentralização da merenda escolar nas comunidades ribeirinhas, de modo que elas mesmas sejam responsáveis por fornecer o lanche dos estudantes, oferecendo o que tem de mais saudável dentro da agricultura familiar.

Segundo Vanda Maia, chefe do DAE, fazer merenda escolar na região de rios é muito complicado por conta da logística que isso demanda. Por este motivo, a equipe iniciou o trabalho de identificação da vocação agrícola local das comunidades, realizando o mapeamento para a partir da produção dos comunitários, saber o quantitativo de escolas que eles podem fazer a entrega diretamente do campo para o refeitório das escolas.

“Nossa intenção é a partir do dia 02 de setembro, já ter um panorama desta situação para trabalhar a pauta da merenda escolar, agricultura familiar, que vai ser executado em 20020”, enfatizou Vanda.

De acordo com a secretaria de educação, Mara Belo, a descentralização da merenda escolar já é prevista em lei, porém nunca foi colocada em pratica. O projeto foi retomado pela SEMED com a chegada de um nutricionista. Segundo Mara Belo, regionalizar a merenda escolar demanda um trabalho muito grande, mas possível de realizar. O trabalho deve começar pelos locais onde for possível o envolvimento das comunidades e no decorrer dos anos, estender para 100% de aquisição dos produtos da alimentação escolar de mais de 80 mil alunos, com a agricultura familiar.

“A grande intenção é regionalizar os itens da merenda de acordo com a região, aproveitar a capacidade de produção de cada região, fazer um estudo, levantamento e envolver essas famílias e produtores, na chamada pública que vai acontecer no final de 2019 para ser executada no ano de 2020”

Há 3 meses trabalhando na organização do cardápio das escolas e creches municipais, o nutricionista Joílson Dutra, diz que apesar do trabalho inicial de mapeamento e conscientização dos produtores, a regionalização da merenda escolar será um grande feito, que impactará principalmente na qualidade da alimentação e consequentemente na saúde dos alunos.

“Nossos alunos ganharão em qualidade, teremos a oportunidade de substituir os enlatados que são carregados de sódio, conservantes outros ingredientes prejudiciais à saúde, por legumes, frutas, verduras e uma infinidade de produtos naturais que são produzidos nas próprias comunidades. Contaremos ainda com produtos que serão entregues de forma mais rápida, garantindo a qualidade, evitando estragos”, afirmou o nutricionista.

Para o vereador Júnior Tapajós, que acompanha esse mapeamento das comunidades, a regionalização da merenda escolar foi a melhor opção feita pela SEMED, além de gerar uma merenda natural e com mais qualidade para os alunos, ainda proporcionará uma grande oportunidade para os produtores que trabalham diretamente com a agricultura familiar e que dentro desta nova proposta serão orientados com assistência técnica da SEMAP e EMATER.

Vereador Júnior Tapajós acompanhado da Secretária Municipal de Educação

“As comunidades ribeirinhas só têm a ganhar com a descentralização e regionalização da merenda escolar. Além de mais qualidade, a agricultura familiar ganha a oportunidade de movimentar a economia local. Dessa forma, deixaremos na nossa região boa parte do dinheiro injetado na merenda escolar e que acaba indo para outros Estados, por conta da chama pública aberta”, concluiu o vereador.

 

Vereador Júnior Tapajós participa de entrega de ambulâncias na região do Lago Grande

Neste sábado, (6), o vereador Júnior Tapajós, (PL), participou da entrega das ambulâncias para as comunidades de Curuai e Vila Socorro, região do Lago Grande. A entrega foi feita por uma comitiva integrada pelo prefeito Nélio Aguiar, vice José Maria Tapajós, Secretária de Saúde, Dayane Melo.

Vereador Júnior Tapajós participa de entrega de ambulâncias na região do Lago Grande

Para a comunidade de Curuai, além da ambulância, foi apresentado o novo médico que realizará os atendimentos nas na Unidade de Saúde 24h, da comunidade. Também foi assinada a ordem de serviço para a reforma e ampliação da Unidade de Saúde.

Já para a comunidade de Vila Socorro, a comitiva realizou a entrega de uma ambulância, que ficará à disposição da Unidade de Saúde da comunidade, complementando os serviços já prestados pela médica e enfermeira que trabalham no local. Pelo menos 17 comunidades do Baixo Lago, serão beneficiadas com o serviço.

De acordo com o vereador Júnior Tapajós, a entrega das ambulâncias é fruto de emenda parlamentar do atual Vice- Governador Lúcio Vale, (PL), a época Deputado Federal, articulado pelo vereador e vice-prefeito José Maria Tapajós.

Ambulâncias entregues nas comunidade de Vila Socorro e Curuai, região do Lago Grande

“Eu me sinto muito satisfeito com as entregas realizadas aqui na região neste sábado. O compromisso do nosso ex Deputado e agora Vice-Governador  Lúcio Vale, possibilitou que pudessemos contar com mais qualidade para a área da saúde na região do Lago Grande”, disse o vereador.