Arquivo mensal janeiro 2020

Vereador Júnior Tapajós visita comunidades do Arapiuns levando respostas de demandas por ele recebidas

Na manhã desta terça-feira, 14, estive na comunidade de Mentae, rio Arapiuns, na companhia da Engenheira da SEMED, Silvia Raquel, realizando o levantamento da área onde possivelmente será construída a primeira Escola de Ensino Médio, por meio da 5° Unidade Regional de ensino – 5° URE.

Vereador Júnior Tapajós visita comunidades do Arapiuns levando respostas de demandas por ele recebidas

Após a medição da terra o projeto deve ser encaminhado para aprovação junto ao FNDE e em seguida será iniciada a busca de recursos para a obra através da Secretaria Estadual de Ensino.

Implantado há um pouco mais de 4 meses na comunidade, o ensino médio modular, uma luta de mais de 18 anos, absorveu nas duas primeiras turmas que começaram a funcionar em setembro de 2019, cerca de 32 alunos e para 2020 mais 17 devem ingressar na turma de 1° ano.

Segundo o vereador Júnior Tapajós, PL, a implantação recente do ensino modular e a construção da 1° escola de ensino médio da região de rios, são duas grandes vitórias que trarão para a região do Arapiuns muito mais desenvolvimento.

Na oportunidade, Júnior Tapajós visitou também as comunidades de Curí e Coroca, também rio Arapiuns, levando a notícia da abertura do ramal que interligará as duas comunidades melhorando o acesso à rodovia Translago. Segundo o parlamentar, os trabalhos de abertura dos ramais devem iniciar na segunda quinzena de fevereiro.

 

A nova política (do ódio)

Vivemos tempos difíceis na política, onde as propostas deram lugar aos ataques pessoais ou partidários, e o pior, parece que cada vez mais, o eleitor que tem o poder literalmente nas mãos de escolher os seus representantes através do voto popular, mais gosta e aplaude essa “nova política (do ódio)”.

É natural que a Câmara Federal atraia os olhares do País, é lá que estão os 513 deputados federais, é lá que geralmente são discutidas as matérias que mexem com todo mundo, como a reforma da previdência, pacote anticrime, entre outros, mas é de lá também que tem surgido os maiores especialistas em atrair esse tipo de público. A impressão que tenho é que quanto mais o político tem a capacidade de incitar o ódio ao outro lado (direita ou esquerda), quanto mais consegue fazer “pirotecnia”,  mais os seus seguidores o aplaudem nas redes sociais, mais o defendem com todas as garras e quase sempre usando palavras de baixo calão, imitando o político da sua preferência e partindo para os ataques de ódio contra aqueles que pensam diferente.

Da política nacional para os municípios, não é difícil encontrar vídeos e publicações em redes sociais de pré-candidatos a cargos públicos para as eleições deste ano, xingando (sim, xingando mesmo), os atuais detentores de cargos eletivos. Afinal, se essa estratégia deu certo para muitos que foram eleitos em 2018, porque não pode dar certo para os que vão concorrer às próximas eleições? É o que pensam os pré-candidatos que desejam se utilizar da mesma fórmula.

A proposta do sistema político do nosso país é excelente; infelizmente os muitos casos de corrupção que acontecem no meio e até mesmo a má qualificação de alguns mandatários, acaba desqualificando e levando para o mesmo buraco os bons políticos, as boas propostas, aqueles que realmente entendem que é possível sim mudar um país com propostas discutidas democraticamente e que atendam a grande maioria da população, já que sabemos que é missão impossível agradar a todos.

Para finalizar, também se faz necessário que grande maioria dos eleitores qualifiquem o seu voto, no sentido de não votar em candidatos que se destaquem por xingar melhor seus adversários, que espalham melhor as “fake news” ou naqueles que aparecem na véspera das eleições oferecendo bola, jogo de camisa e patrocínio dos mais diversos e absurdos possíveis. Somente extinguindo essa prática comum e viciosa é que teremos uma sociedade com representantes políticos a altura da forma com que foi pensado o sistema político para o Brasil: com representantes eleitos por suas propostas através do debate popular e de ideias sociais, não mais o debate ideológico raso e rasteiro como vêm acontecendo nos últimos tempos.

Júnior Tapajós
Vereador de Santarém – PL

 

Vereador busca parceria para organizar ação de saúde que atenderá animais que conduzem carroças em Santarém

Esta foi a segunda reunião realizada para debater sobre os maus tratos aos animais que são utilizados no serviço de transporte de materiais em carroças e a possível extinção da atividade.

Além dos carroceiros, participaram da reunião liderada pelo vereador Júnior Tapajós, PL, a secretária de saúde, Dayane Lima e representantes da SEMMA. Em pauta, a necessidade de se combater os maus tratos e propor aos carroceiros uma ação de saúde para os animais, uma forma de avaliar a real situação a que estão sendo submetidos. Serviços como: vacinação e consulta médica, destinadas ao animais e palestras de conscientização aos carroceiros, para que ajudem no combate aos maus tratos, mas que também entendam a necessidade de migrar para outras fontes de renda, uma vez que a extinção do serviço já é uma realidade em outros Estados do Brasil e logo chegará a Santarém.

Vereador busca parceria para organizar ação de saúde que atenderá animais que conduzem carroças em Santarém

Segundo o vereador Júnior Tapajós, autor do projeto de lei que pede a extinção do serviço de tração animal em Santarém, não se trata de tirar a fonte de renda desse pais de família, mas sim de trabalhar antecipadamente para que essas pessoas não sejam surpreendidas por uma Lei Federal ou uma determinação judicial.

Tapajós disse ainda que, um trabalho de levantamento de possíveis cursos profissionalizantes foi feito pela equipe técnica de seu gabinete e que serão realizadas no dia da ação, afim de fomentar o interesse desses profissionais a buscarem novas alternativas de trabalho ou até mesmo verificar a possibilidade de substitui os animais por bicicletas adaptadas, que são chamados “cavalos de lata”.

Como encaminhamento da reunião, ficou definida que a ação de saúde voltada para os animais e as orientações para os carroceiros, será agendada para o início do mês de fevereiro.

 

 

Vereador Júnior Tapajós entrega Título de Utilidade Pública para comunidade de Costa do Tapará

Na manhã desta sexta-feira, 03, o vereador Júnior Tapajós, PL, recebeu em seu gabinete o senhor Rionaldo Pereira, presidente da comunidade Costa do Tapará. Tapajós entregou ao presidente o Título de Utilidade Pública da comunidade, requerido através de Lei apresentada pelo parlamentar, aprovada pela Câmara e Sancionada pelo Prefeito Nélio Aguiar.

Vereador Júnior Tapajós entrega Titulo de Utilidade Pública para comunidade de Costa do Tapará

Agora Costa do Tapará agora tem a associação reconhecida com o Título de Utilidade Pública e agora poderá contar com alguns incentivos fiscais do município.

O que é o Título de Utilidade Pública?

A concessão do título de Utilidade Pública a entidades, fundações ou associações civis significa o reconhecimento do poder público de que as instituições, em consonância com o seu objetivo social, são sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à coletividade. Com este documento, as organizações também podem inscrever-se em editais e estarão aptas a obter recursos públicos.