Vereador Júnior Tapajós sugere avaliação dos impactos do agronegócio em Santarém

Ao fazer uso da tribuna, abrindo os trabalhos desta segunda-feira, (17), o vereador Júnior Tapajós, (PL), esclareceu aos demais parlamentares sobre o requerimento por ele protocolado, solicitando a criação de uma comissão especial para analisar os estudos sobre os impactos ambientais e econômicos do agronegócio em nosso município.

Vereador Júnior Tapajós sugere avaliação dos impactos do agronegócio no município de Santarém

De acordo com o vereador, o objetivo é saber os pontos positivos e negativos trazidos para a economia local.

“Precisamos saber dos empregos diretos e indiretos e dos impostos arrecadados através do agronegócio, para fazer um contraponto, se estamos gerando riqueza para nosso município ou somente para os outros. Até onde está valendo para nosso município este tipo de negócio?”, Questionou Tapajós.

O parlamentar também questionou sobre a indefinição da nossa cidade em determinar sua principal atividade geradora de renda, seria o turismo, comércio ou o agronegócio?

O vereador disse ainda que observa um clamor pelo agronegócio como fonte desenvolvimento, só precisamos ponderar até que ponte isso e bom para nós, como povo amazônida. “Estamos no coração da Amazônia, precisamos ponderar até que ponto vale derrubar a floresta, em troca de desenvolvimento”, pontuou ele.

Participação do agronegócio do PIB brasileiro. Números de julho de 2018 Fonte: forbes.uol.com.br

Finalizando sua fala, Júnior Tapajós comparou dados e disse que em 2018 Santarém, um município com um pouco mais de 300 mil habitantes, executou um orçamento de 600 milhões. Enquanto outros municípios do Pará, que tem metade da população da nossa cidade,  chega a ter 2 bilhões em orçamento.

“Precisamos avaliar se realmente estamos tendo desenvolvimento e para quem está sendo. Não existe maior desenvolvimento quando se gera emprego e renda para uma população”, concluiu o vereador.

 

1 comentário até agora

Lucio TrindadePostado em6:43 pm - jul 1, 2019

Pesquisando sobre o asunto encontrei esse post, achei bem interessante, vou acompanhar o blog de agora em diante.

Deixe uma resposta